Você está aqui: Página Inicial / Internacionalização / Acordos Internacionais

Acordos Internacionais

O PPGIS vem se empenhando em um processo de internacionalização que procura contemplar a qualificação, com o incentivo à realização de estágio discente no exterior e a participação de professores em congressos internacionais.
O PPGIS recentemente aderiu a dois programas que estimulam sua inserção internacional: o Programa PEC-PG, da Coordenação-Geral de Cooperação Internacional (CGCIN) do CNPq, que já resultou na formação de um discente da Venezuela, concluída em 2015, que desenvolveu no Programa uma pesquisa sobre a produção documentária na Venezuela.

E o Programa de Alianzas para la Educación y la Capacitación de la OEA (PAEC), sendo selecionado um aluno oriundo da Colômbia, que iniciou sua participação junto ao Programa em 2016 e concluiu o mestrado em 2018.

O Programa mantem também um convênio de cooperação acadêmico-científico com a Universidade do Algarve (UALG), Portugal, que está ocorrendo desde 2013 e já resultou na co-orientação de discentes egressos, mini cursos e estágios de pesquisa.

Fortalecendo o intercâmbio e a qualificação, alguns Grupos de Pesquisa do PPGIS organizam eventos internacionais, como o Grupo GEMInIS – que vem organizando a JIG (Jornada Internacional GEMInIS) desde 2014 e o Grupo Cinemídia – que organizou seu primeiro encontro internacional em 2015.

Em 2015 teve início o projeto “Towards an Intermedial History of Brazilian Cinema: Exploring Intermediality as a Historiographic Method”, projeto de pesquisa em intercâmbio internacional, a partir de edital do AHRC - Arts & Humanities Research Council, da Inglaterra, com a FAPESP. É uma pesquisa relacionada à compreensão dos filmes como formas itinerantes que se movem através de variadas mídias ou mesmo culturas midiáticas, desenvolvida pelo PPGIS junto com a University of Reading. O Projeto envolve docentes e discentes das duas Universidades.

“Soft Power, Cinema and the BRICS”: Pesquisa interdisciplinar envolvendo acadêmicos e profissionais da Inglaterra, China, Hong Kong, África do Sul, Brasil e Dinamarca que investigarão como governos e gestores públicos entendem e empregam estratégias de diplomacia cultural para exercer "soft power' ao focar na natureza e função da indústria cinematográfica.

Ver http://www.leeds.ac.uk/arts/info/125261/soft_power_cinema_and_the_brics/2748/members

Financiamento: Arts & Humanities Research Council (UK)

“What makes Danish TV Series Travel: Drama series as cultural export, transnational production and reception?”: Pesquisa envolvendo acadêmicos da Austrália, Estados Unidos, Brasil, Alemanha e Turquia que pretende investigar o que faz as séries de TV Dinamarquesas circularem transnacionalmente. Research project funded by YDUN (Younger women Devoted to a University career)/ The Danish Council for Independent Research 2014-2018
http://danishtvdrama.au.dk.
Departament of Media Studies/ School of Communication and Culture, Aarhus University.